Notícia postada em 05/06/2013
Veja dicas de como elaborar um bom currículo

A receita de um bom currículo pode ser bem complicada, mas o Jornal O Universitário separou algumas dicas para você mandar bem no seu CV.
Amanda Freitas

Todos nos sabemos que o currículo é a primeira impressão que os empregadores terão sobre o nosso potencial e nosso trabalho. Por isso, a grande importância de ter um diferencial na hora de elaborá-lo. Mas, para quem estar procurando uma vaga de estágio, principalmente se estar no início do curso, essa tarefa se torna mais difícil, e vai se tornando cada vez mais árdua quando se lembra que os recrutadores passam pouquíssimo tempo analisando os currículos. Afinal, eles têm uma pilha deles para avaliar.


É difícil mostrar quem você é e todas as suas habilidades em apenas uma ou duas folhas. Assim, uma série de fatores pode prejudicar você nesse momento. Por isso, o Jornal O Universitário separou oito dicas de como fazer um bom currículo, para você não errar na hora de concorrer a quela tão esperada vaga.


1. Não exagere nas informações - Só adicione informações sólidas e conquistas concretas. Mais que isso pode deixar extensa a leitura do seu currículo.


2. Use sua aparência – Para um currículo mediano uma boa aparência pode ser o diferencial. Mas não esqueça de caprichar na foto, sempre cuidando com os exageros. A foto deve ser formal, como uma 3x4. Lembre-se que seu currículo também é um documento.


3. Tire as dúvidas – Deixe as informações presentes no currículo sucintas, os recrutadores não podem ter incerteza ao lerem seu CV.


4. Não use papel colorido - Isso pode dar a impressão de infantilidade. Uma entrevista de emprego é coisa séria e deve ter tratada como tal. O mesmo vale para layout criativos.


5. Siga o padrão - Fique de olho na formatação. Se formatar um currículo pode ser um problema para você, prefira a segurança do padrão.


6. Não despreze experiências menores - Se você trabalhou por alguns meses em um buffet infantil, por exemplo, pense em como esse emprego contribuiu para a sua experiência atual.


7. Cuidado com as redundâncias - Se você tem uma sessão de "habilidades" no seu currículo, é melhor repensá-la. Pelo menos não em um "box" especial para elas. Se você acredita que seja indispensável, veja a possibilidade de colocá-las em uma frase no roda pé do currículo.


8. Destaque nomes importantes - Não se esqueça de destacar as escolas e universidades onde você estudou. Seja a primeira graduação, a pós, o mestrado ou até cursos de idiomas ou de extensão.  



Para comentar esta notícia você deve ser cadastrado. Caso não possua um cadastro clique aqui.
Esta notícia não possui comentário!

Telefone +55 61 3033 3650 - E-mail contato@jornalouniversitario.com.br

OUniversitario.com.br © Copyright - 2008-2012
Todos os direitos reservados